Game View
:!:Bem vindo ao forum de noticias sobre os teus jogos favoritos:!:


As novidades dos jogos em Português.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Wink Smile Vejam as noticias do dia a dia sobre o mundo virtual Smile Wink
Razz peço desculpa pela minha ausencia Razz
Últimos assuntos
Parceiros

http://skimac.blogspot.com

http://desportoebem-estar.blogspot.com

http://warformiddle-earth.forumeiros.com

http://noticiasuteis.blogspot.com

http://margarida-wushu.blogspot.com

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 14 em Qui Jul 25, 2013 5:03 pm
Janeiro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Gta Chinatown

Ir em baixo 
AutorMensagem
Antidious
Admin
avatar

Mensagens : 51
Data de inscrição : 06/08/2009

MensagemAssunto: Gta Chinatown   Qui Ago 06, 2009 11:26 pm

Já passaram vários anos desde a estreia de Grand Theft Auto no mundo 3D com GTA 3, o que alguns não sabem é que a agora popular série GTA, nem sempre teve um motor gráfico em 3D, sendo os primeiros da série (GTA 1, GTA 2 e ainda GTA London) vistos de uma perspectiva aérea. Este ano, a Rockstar lança o primeiro GTA para a Nintendo DS, com o nome de Chinatown Wars, que mistura a vista aérea do passado com a jogabilidade do presente e o uso inteligente das funcionalidades da consola. Mas será que aquela que é considerada por muitos, a portátil das crianças, está pronta para receber um jogo destinado aos fãs de GTA?



Sejam bem-vindos de novo a Liberty City, o pior sítio na América, a cidade vista em GTA 4 volta a ser o centro da acção em Chinatown Wars. A nova personagem, Huang Lee, filho de um membro assassinado das Triads, apanha o avião rumo à cidade americana com o objectivo de vingar o seu pai e passar a espada da família ao seu tio Kenny. O que Huang não esperava é que Liberty City o acolhe-se da forma mais hospitaleira, sendo quase morto por dois assassinos que roubam a espada da família e atiram-no ao rio no interior duma viatura.

Assim começa a aventura de Huang, ao bom estilo de GTA, com personagens caricatas e estereotipadas, diálogos cheios de humor e sátira, e situações que vão desde o hilariante ao tenso. O sistema de missões está de regresso e é este novamente que nos faz avançar na história.

A mudança que salta logo à vista em comparação com os GTA’s mais recentes (inclusivo os da PSP) é a mudança da posição da câmara, esta acompanha agora a acção sobre uma vista aérea à moda de GTA 1 e 2. Embora se estranhe a início, esta mudança funciona na perfeição e abre um rol de novas possibilidades assim como dá nova vida à mesma cidade. O grafismo aproxima-se do Cel-Shading (cartoon) mais adulto, mostrando a acção da cidade no ecrã superior e as cinemáticas no ecrã inferior, estas surgem estáticas, mas são atraentes e fazem lembrar as bandas desenhadas estilizadas para adultos. Tudo o resto nesta Liberty City apresenta um grande pormenor e duas das principais ilhas de GTA 4 foram recriadas para o cartucho, sendo um trabalho colossal e realizado de forma excepcional.



Jogar Chinatown Wars é tão simples e acessível como nas consolas caseiras, com grande parte das posições dos botões a servirem os mesmos propósitos. Onde a DS brilha é no uso dado ao ecrã táctil, este funciona dentro do jogo como um PDA onde podemos ver o mapa, aceder aos emails, ver o GPS, guardar contactos, mudar de armas, entre outras funções, apenas carregando com o estilete.

Este ecrã possui outras funções como um sensor de distância que permite ter mais controlo ao atirar armas como cocktails molotov ou granadas, ou então definir a direcção da mangueira dum auto tanque dos bombeiros.

O ecrã táctil também é usado em determinados mini-jogos, que vão desde o simples raspar de raspadinhas instantâneas, passando por fazer tatuagens, até assaltar automóveis, desarmar bombas, criar cocktails molotov nas bombas de gasolina entre outras missões, tudo usando apenas o estilete e as indicações no ecrã. Funcional e divertido.



A Liberty City de Chinatown Wars não foge em diversidade quando comparada com as anteriores. Existe dezenas de actividades para fazer nas horas vagas, como as celebres missões de taxista ou bombeiro, assim como, assaltar carrinhas de armamento, participar em corridas de automóveis ou até procurar as câmaras que monitorizam a cidade e impedem-nos de realizar, o tráfico de droga. O tráfico de droga em GTA Chinatown Wars é levado bem mais longe do que em qualquer outro título da série. Desta vez, esta actividade é uma constante e em desenvolvimento. Podemos adquirir mercadoria de vários dealers para a vender muito mais cara a outros. Embora esta actividade não seja necessária para terminar o jogo, a verdade é que consegue torna-se viciante ao ponto de nos fazer esquecer as missões principais.


Infelizmente, GTA Chinatown Wars peca pela falta de algo que nos habituou desde o seu salto para as 128 bits, os diálogos com voz e as músicas licenciadas (aqui exclui-se GTA3). Embora não façam realmente falta, fazem-se notar pela sua ausência. Porém as músicas incluídas nas rádios são divertidas o quanto baste e os peões continuam a dizer as barbaridades do costume, sem se intimidar com o palavreado forte.

Em relação a multiplayer, Chinatown Wars aposta apenas no jogo local com vários tipos de desafios, como corridas directas, ou defender uma base. No entanto podem ligar o Wi-Fi da vossa DS para enviar mensagens aos vossos amigos e até trocar items, como armas e droga. O jogo possui ainda ligação ao Social Club, um website dedicado onde podem ver as vossas estatísticas e desbloquear novas missões.

Por fim falta ainda referir algumas novidades de GTA Chinatown Wars, como o sistema de encomendas de armamento com entrega ao domicílio, o novo sistema de fuga à polícia que nos permite eliminar carros patrulha de forma a diminuir o nível de procura e ainda o muito bem-vindo sistema para guardar os dados em qualquer lado, desde não seja durante as missões. Estas inclusões funcionam muito bem e podem vir a ser incluídas de futuro na série.

GTA Chinatown Wars é uma mistura do melhor que a série deixou no passado, com tudo o que de bom os novos títulos trouxeram. Os pormenores e qualidade a que a série nos habituou, misturado com os controlos a que a DS permite, oferecem uma experiência em tudo refrescante e importante, não só para a série como para a consola da Nintendo. GTA Chinatown Wars é a prova que a DS existe para todos os públicos sendo um dos melhores títulos disponíveis na consola.


-----Pontuação: 94 (excelente)
Gráficos: 93
Som: 89
Jogabilidade: 95
Valor: 94
Pormenores: 97
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://gameview.forumeiros.com
 
Gta Chinatown
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Game View :: Game Reviews :: Nintendo Ds-
Ir para: